O Fórum de Defesa das Empresas Públicas promoveu uma reunião na Câmara Legislativa do Distrito Federal, no formato de Comissão Geral, para defender as empresas públicas do DF.

Realizada nesta quinta-feira, dia 09/05, às 15 horas, no Plenário da CLDF, foi promovido o debate sobre a intenção do Governo de Privatizar BRB, CEB, Caesb e Metrô, no qual se destacou a situação financeira das empresas e o edital de chamamento de estudo de Parceria Público Privada para os metroviários.

A Comissão foi dirigida pelo Deputado Distrital, Chico Vigilante – PT, e contou com a presença do Secretário de Assuntos Legislativos, Bispo Renato, o Secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros,
Secretário de Fazenda, André Clemente, e os Deputados, Claudio Abrantes – PDT, Arlete Sampaio – PT, Fabio Felix – PSOL, Hermeto – MDB,
Leandro Grass – REDE, Robério Negreiros – PSD, Reginaldo Veras – PDT, Jaqueline Silva – PTB e a Deputada federal Erika Kokay (PT).

O evento contou com a presença de centenas de trabalhadores e trabalhadoras das empresas que lotaram as galerias do Plenário da CLDF em uma dos maiores debates nas comissões gerais da Casa.

Segundo o diretor do Sindágua-DF, Esdras Salles, a Caesb e as outras empresas públicas não pertencem ao GDF, mas a sociedade brasiliense. Ele foi taxativo ao afirmar que quem vai perder com a privatização das estatais será a população.

Ele avalia que, com a privatização, a tarifa do consumo chegaria a comprometer cerca de 10% da renda familiar. “Famílias não conseguiriam pagar água, que é um bem para a população”, afirmou.

Por fim, ficou acordada a criação de um fórum, compreendido por trabalhadores e membros do GDF, na busca de um entendimento comum para a revitalização das empresas estatais.

A Comissão Geral foi transmitida ao vivo pelo pela CLDF e YouTube, vide link:

https://youtu.be/FvffWgS9M9U