Temer também privatiza e ataca funcionalismo federal

Imagem

O governo Temer assumiu com o seguinte lema: “O plano A é cortar gastos, o plano B privatizar e o plano C aumentar impostos”. Desde então, o arrocho ao trabalhador, incluindo o do setor público, tem sido uma constante. E agora, com a constatação de um rombo ainda maior do que o previsto nas contas da União, Temer e sua equipe econômica privatista ampliaram o programa de privatizações, que já incluía várias empresas de saneamento. O principal alvo da vez são nossos companheiros urbanitários da Eletrobrás, CHESF e Eletronorte.

 

Os governos Rollemberg e Temer colocam só os trabalhadores para pagar os “rombos”. Os políticos, que são comprados direta ou indiretamente para blindar esses governos, nada perdem: aliás, ganham é mais visibilidade para sua pauta, e por isso almejam a entrega do patrimônio nacional a preço de banana.

 

Precisamos agir como classe e nos unir às lutas de outras categorias do setor público!

 

Mexeu com um, mexeu com todos!

 

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

NENHUMA EMPRESA PÚBLICA A MENOS!

 

 SDS – Edifício Venâncio VI – Sobrelojas 12 a 15 - Fax: (61)3323-1196 – CEP: 70393-900 – Brasília-DF –  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  login