Resistência em defesa do ACT continua!

Imagem

A data-base de 2017 tem sido uma longa e dura luta, como todos estão acompanhando. Isso acontece porque, nos últimos anos, os governos e as diretorias de plantão têm atacado sistematicamente o setor de saneamento. O objetivo é, sobretudo, reduzir os “custos” com “pessoal”, ou seja, as conquistas e a qualidade de vida dos trabalhadores, para tornar a Empresa mais atrativa ao capital financeiro e às privatizações.

 

Nesse cenário, temos resistido bravamente e precisamos continuar agindo assim, independentemente do terrorismo, da perseguição e das chantagens da Caesb. Resistência e união são as únicas saídas. Graças a estas, somos uma das únicas categorias do setor público do DF a manter os salários reajustados nos últimos anos. Também temos mantido o nosso Acordo Coletivo, apesar da postura unilateral da Empresa de cortar direitos para forçar a aprovação de um ACT rebaixado.

 

No momento, a negociação permanece interrompida unilateralmente pela direção da Caesb. A Empresa se recusa a oficializar a proposta, que apresenta avanços resultantes da mediação do Ministério Público do Trabalho.

 

Mesmo diante das seguidas decisões do Tribunal do Trabalho favoráveis à vigência do ACT, a Caesb continua com sua intransigência, manifestamente “abusiva” e “ilegal”, de acordo com termos usados nas decisões judiciais.

 

O Sindágua retomou as reuniões setoriais após a assembleia na CLDF, e busca mobilizar a categoria para a defesa do ACT. A solução nunca caiu nem cairá do céu, como lembrava uma antiga camiseta do Sindicato:

NÃO BASTA REIVINDICAR,

É PRECISO LUTAR!

 

TODOS À ASSEMBLEIA GERAL DIA 05/09, ÀS 9h, NA CÂMARA LEGISLATIVA DO DF!

 SDS – Edifício Venâncio VI – Sobrelojas 12 a 15 - Fax: (61)3323-1196 – CEP: 70393-900 – Brasília-DF –  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  login