Trabalhadoras e trabalhadores em luta!

Jornal

Revoltados com o desrespeito com que vêm sendo tratados pela direção da Empresa e pelo governador Rollemberg, as trabalhadoras e os trabalhadores da Caesb se mobilizaram e fizeram sete assembleias com paralisação nesse último mês. Apostando na via da negociação, as assembleias serviram para organizar a luta frente aos ataques por que passa a categoria desde o governo anterior e que se tornaram piores com a “nova” diretoria. Serviram também para mostrar aos gestores da “nova política” a indignação causada pela intransigência e estupidez da direção da Empresa. 
Foram assembleias lotadas, em que a Empresa esteve completamente parada e o trabalhador e a trabalhadora mostraram sua força e disposição para resolver os impasses criados pela direção da Caesb. Atitude bem diferente da “nova política”, que mente descaradamente e age para boicotar o movimento justo e legítimo de quem busca ter seus direitos respeitados. 
Mesmo tendo o pedido de liminar na Ação de Interdito Proibitório negado pela Justiça, o governador Rollemberg colocou a polícia na frente dos portões da Empresa como se fôssemos bandidos – vale lembrar que, na condição de candidato ao GDF, Rollemberg compareceu a uma assembleia na Caesb ano passado para firmar o compromisso de respeitar direitos e valorizar os empregados. Mas a categoria deu uma resposta à altura: não entrou na Empresa, mostrando ao presidente Luduvice e a seu primo Rollemberg que a decisão de paralisar para defender seus direitos e uma Empresa pública é autônoma.

 SDS – Edifício Venâncio VI – Sobrelojas 12 a 15 - Fax: (61)3323-1196 – CEP: 70393-900 – Brasília-DF –  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  login